ENCORES

Um programa original que consiste em uma série de composições curtas, principalmente de natureza virtuosística; são diversos compositores passando por mais de dois séculos de música em seus mais variados estilos, de Tchaikovsky a Piazzolla, com o único objetivo de enaltecer todas as peculiaridades do violino, levando-as a limites impensáveis, em uma espécie de maratona de violino. Em tal programa Antonio Aiello atuou na qualidade de solista e regente de sua orquestra I Virtuosi Italiani como parte da XVI temporada de concertos na deslumbrante Sala Maffeiana do Teatro Filarmônico de Verona, que em 1769 sediou um concerto do aclamado compositor Wolfgang Amadeus Mozart. Segundo o crítico musical Gianni Villani foi uma «manhã espetacular, graças a Antonio Aiello, um verdadeiro fenômeno que dominou a cena, deixando-se levar a uma interpretação livre e fluida com a qual pôde liberar todo o seu instinto musical extraordinário. Som limpo, com passagens virtuosas superadas sem nenhuma dificuldade e escolhas interpretativas competentes. Conquistou a platéia com aplausos infinitos».

O concerto na íntegra está disponível no YouTube >

Com I Virtuosi Italiani na Igreja de Vivaldi

Pelo menos uma vez por semana, durante todo o ano, Antonio Aiello atua como solista e regente de concertos de sua orquestra I Virtuosi Italiani na Igreja de Santa Maria della Visitazione em Veneza, mais conhecida como Chiesa della Pietà (Igreja da Piedade), onde Antonio Vivaldi foi professor de violino de 1703 a 1718 e compôs ali algumas de suas principais obras, entre elas «As Quatro estações». No vídeo a seguir, apresentamos um resumo de trechos de concertos e ensaios no esplêndido cenário da Pietà, incluindo um breve momento com a participação especial do famoso contrabaixista Enrico Fagone.

Para informações sobre os próximos concertos de Antonio Aiello na Igreja de Vivaldi, consulte Agenda >

Repertório solo

O repertório solo de Antonio Aiello é extremamente vasto: ao longo de sua carreira realizou mais de cinquenta concertos de música barroca para violino interpretando Bach, Vivaldi, Telemann, Locatelli e Leclair, além dos concertos de Mozart e Mendelssohn. Teve a oportunidade de executar o Concerto para violino de Beethoven em D maior Op.61 no KKL Saal em Lucerna na Suíça, acompanhado pela Luzerner Sinfonieorchester e dirigido por Tomáš Koutník. O seu repertório também inclui o Concerto para Violino de Bruch em Sol menor Op.26, o «Poème» Op.25 de Chausson, «Introduction et Rondo Capriccioso» Op.28 de Saint-Saëns, «Zigeunerweisen» Op.20 e «Carmen Fantasy» Op.25 de Sarasate, bem como o maravilhoso Concerto para violino em D maior Op.35 de Čajkovskij, do qual propomos, no vídeo a seguir, alguns trechos do primeiro movimento com a Orchestra Nazionale Artes conduzida por Kristof Falise.

Para mais informações, consulte Violino e orquestra >

  • Arranjos

    Além de sua carreira como violinista, Antonio Aiello conta com um vasto catálogo de arranjos musicais de sua produção para os mais variados orgânicos executados em todo o mundo.

  • Trio Operacento

    Graças à parceria artística com a pianista Francesca Sperandeo e o violoncelista Antonino Puliafito, o Trio Operacento realiza diversos concertos.

  • Projetos propostos

    Escutando o Cinema, Diabolus in Musica, Os Concertos da Natureza, A Musical Voyage e The Eight Seasons são apenas alguns dos programas para violino solo e orquestra de câmara, idealizados, arranjados, realizados e dirigidos por Antonio Aiello.

  • Repertório